Lançamento livro-jogo: Last RPG Fantasy… Entrevista com os criadores

Então galera, aproveitando a proximidade com o dia das crianças eu resolvi dar uma vasculhada na net a procura de material rpgistico que fosse produzido especificamente visando este publico alvo: as crianças e os jovens.

Afinal jogos com temas e regras mais simples seria um ótimo recurso para iniciar a galera mais jovem no mundo do RPG. Mas devo confessar que, infelizmente, encontrei pouca coisa sobre isso, e o que vi sendo comercializado já foi publicado a algum tempinho.

Como alternativa a esta situação eu encontrei os livros-jogos, que também podem ser considerados muito bons para despertar na galerinha mais nova o interesse por jogos de narrativa. Pois neste tipo de livro a história narrada é guiada pelo leitor quando ao final de uma cena ele é levado a fazer uma escolha, ao menos entre duas opções, sendo conduzido com isso a uma determinada pagina ou outra do livro.

O livro-jogo pode não ser um RPG, mas tem as premissas de um.

E foi justamente pesquisando mais sobre livros-jogos que me deparei com um projeto muito legal dos rapazes do site do Lobo Limão (www.lobolimao.com.br), o Last RPG Fantasy.

O site é tocado pelos designers Felipe Saito, Yoshi Itiche e o Marcel Mori e produz tirinhas muito bacanas que, se você gosta de quadrinhos, vale a pena dar um pulinho lá para conferir. Dentre essas tirinhas a de destaque, por ser interativa, é a do Last RPG Fantasy que eles tiveram a ideia de transformar em um livro-jogo.

E percebendo que esta era uma boa oportunidade de divulgar uma iniciativa nacional muito bacana resolvi entrar em contato com os rapazes do site, que muito gentilmente me concederam uma entrevista onde contam um pouco da historia do inicio do site e do projeto do Last RPG Fantasy que já se encontra em fase de pré-venda e que será oficialmente lançado dia 25 de Outubro de 2012 durante a GibiCon, em Curitiba – PR.

Vamos à entrevista?                

Para facilitar

Perguntas =  M&D (preto)

Respostas = LoboLimão (verde)

(M&D) Como vocês três se conheceram? 

 (LoboLimão) Eu (Felipe Saito) e o Yoshi nos conhecemos quando estudávamos japonês em um curso aqui de Curitiba. Tínhamos uns 14, 15 anos, e sempre fazíamos piadinhas e desenhávamos durante as aulas. Foi naquela época que surgiu o “Batsuman”.

O Keiichi estudou com o Yoshi na faculdade, no curso de Design Gráfico da UFPR.

 (M&D) Como surgiu a ideia de criar o Lobo Limão? 

 (LoboLimão) Tudo começou com uma ideia do Yoshi, nas palavras dele:

 “–Eu sempre gostei de escrever e desenhar quadrinhos. Desde meus 10 anos venho tentando criar séries ou histórias que passassem da primeira edição e que extraíssem elogios de mais pessoas além da minha própria mãe. Então, pela primeira vez, estou tentando transformar esse desejo em algo um pouco mais sério. Criar um projeto com o qual eu realmente fosse me comprometer. Foi aí que surgiu o LoboLimão!”

O Yoshi nos ligou e convidou para uma reunião para contar suas ideias de projetos, éramos em mais integrantes, mas depois de 2 anos ficamos só nós três.

Clique para ampliar

Tirinhas Batsuman que estão no site

(M&D) Qual foi a primeira tirinha?

(LoboLimão) Antes de começarmos com o Estúdio o Yoshi já publicava em um blog próprio, e o personagem do “Bastuman” já estava bem desenvolvido. Então no dia 28 de Junho de 2010 ele passou a ser publicado no site do LoboLimão.

(M&D) E especificamente sabendo que se aventurar por esses caminhos pode ser difícil, como foi o inicio do Lobo Limão?

(LoboLimão) O difícil é ser levado a sério… Sempre aparece aquele vizinho, ou aquela tia perguntando quando vamos arranjar uma profissão ou ter uma carreira. O gratificante é trabalhar com o que gostamos assim o ânimo está sempre alto, ninguém reclama em acordar cedo para ir para estúdio (exceto na segunda-feira…).

O mercado brasileiro para histórias em quadrinhos está em expansão, o problema dessa expansão é que muita coisa vem de fora. Com exceção das produções dos estúdios Maurício de Souza, o público em geral não está familiarizado com conteúdo nacional e acha que além da Mônica só existem charges em jornais. Mas muito conteúdo nacional de qualidade está sendo comercializado hoje, só falta mais divulgação e valorização do trabalho destes artistas.

No início não tínhamos um espaço físico, cada um upava o conteúdo de casa. No início de 2011 o pai do Keiichi cedeu uma sala para utilizarmos como estúdio. Então juntamos nossos computadores, livros, materiais, e fizemos um mini-escritório. Fazem apenas 2 anos que o site está no ar, então podemos dizer que ainda estamos no início.

(M&D) O Last RPG Fantasy é a primeira publicação de vocês?

(LoboLimão) Em 2011 publicamos o fanzine “Dino Hunterz #01″ que conta a história de um jovem que acorda em meio a uma cidade dominada por dinossauros sem saber o motivo. A ambientação se passava em Curitiba, e o teaser está disponível no site na parte de one-shots

Essa publicação teve baixa tiragem e foi distribuída no FIQ em Belo Horizonte no ano passado. Os exemplares que ficaram à venda pela LoboStore esgotaram rapidamente. 

Produtos

Já no início de 2012 começamos a produzir o Livro-Jogo Last RPG Fantasy, que terá uma tiragem muito maior (1.000 unidades) e será

no formato livro, com 136 páginas coloridas. É um projeto bem mais ambicioso do que um fanzine, será lançado durante a GibiCon #01 em Curitiba e esperamos distribuí-lo nas grandes redes de livrarias do país.

O projeto está sendo produzido via financiamento coletivo e além do Livro-Jogo trará produtos da série, como camisetas, canecas e adesivos. 

O Livro conta a história de três irmãos aventureiros, que partem em busca dos cristais mágicos para salvar o reino de Midgreen. A história é recheada de elementos dos tradicionais jogos de rpg japoneses misturada com a narrativa dos livros-jogos onde o leitor decide o rumo da história. O primeiro capítulo está disponível no site: e você ainda pode garantir seu exemplar pelo preço de Pré-venda.

(M&D) Last Rpg Fantasy… Dê onde surgiu a ideia para esta tirinha? Algum de vocês joga RPG?

(LoboLimão) Na verdade não temos costume de jogar RPG de mesa, só os de vídeo game mesmo. A primeira série de tirinhas foi baseada numa brincadeira do tempo da faculdade. Nessa série cada tira era escrita e desenhada por um autor diferente, o que tornava a coisa toda bem colaborativa e imprevisível. Porém, quando colocamos no site tivemos problemas com prazos e um público que tivesse “coragem” de participar. A maioria das pessoas dizia que desenhava mal e ficava com vergonha. Então reformulamos a série tomando como base os livro-jogos. Assim os leitores passaram a participar votando toda semana.

(M&D) Porque o  Last Rpg Fantasy foi o escolhido para ser publicado?

(LoboLimão) Graças ao sistema de votação, o Last RPG Fantasy é a série que recebe mais comentários e tem a melhor aceitação do público. Buscávamos um diferencial em nossas publicações, e acreditamos que o leitor interagindo com a história seria um elemento a mais  em uma HQ. Então a combinação de “feedbacks” com o fator de escolha nos deu o caminho a seguir.   

(M&D) Quando iniciou esse projeto vocês tinham em mente algum publico alvo em especifico, como infantil ou rpgistico?

(LoboLimão) O público alvo do LoboLimão e também do livro são pessoas jovens que gostam de quadrinhos, games, animações e também RPG. Falando mais especificamente no livro do Last RPG Fantasy, ele entra na categoria infanto-juvenil. Ele não possui uma trama muito densa, mas também não é tão infantil. Sobre RPG, acredito a série tenha muito mais elementos familiares aos RPGistas do que no livro, pois queríamos explorar um público maior.

Last RPG Fantasy... Clique para ampliar

Last RPG Fantasy. Clique para ampliar

(M&D) Poderia explicar melhor, para quem não conhece como funciona, esta parte de “o leitor decide o rumo da historia”?

(LoboLimão) Nestes Livros-jogos o leitor interage com os personagens decidindo o caminho e/ou as ações a serem tomadas. Por exemplo, ao final de determinadas páginas existem opções como “seguir o caminho da direita, vá para a página 20” ou “subir no telhado, vá para a página 45” ou “enfrentar os inimigos, siga para a página 18”, fazendo com que a história tome rumos diferentes de acordo com a opção escolhida.

(M&D) O livro contém 136 páginas divididas em quantos capitulos?

(LoboLimão) 136 páginas coloridas, que compreendem 6 capítulos e mais alguns materiais extras.

(M&D) Como esta sendo a expectativa de vocês para o lançamento do  Last Rpg Fantasy?

(LoboLimão) Estamos ansiosos e preocupados ao mesmo tempo. Grande parte dos produtos de apoio já estão prontos, e o livro já está quase indo para impressão. Mas dependemos muito do serviço dos correios quanto à documentos e envios das recompensas para os apoiadores.

(M&D) Bom agora uma duvida: Tiragem de 1000 exemplares. Caso essa quantidade se esgote existe a possibilidade de adquiri-lo mesmo assim, como por exemplo, em formato pdf?

(LoboLimão) Já nos perguntaram isso, e não achamos este formato adequado, pois como a leitura das páginas não é sequencial dificulta o acompanhamento através de um arquivo. O ideal seria um arquivo clicável em flash, o qual estamos avaliando a possibilidade.

(M&D) Uma última pergunta:

Sobre o Dino Hunterz #01… Quem tiver interesse ainda tem como adquiri-lo?

(LoboLimão) Não temos mais nenhum exemplar disponível, mas temos planos de fazer uma segunda tiragem em 2013. 

 Gostaria de agradecer mais uma vez a equipe do LoboLimão por ter cedido um pouco de seu tempo para responder a estas perguntas.

Essa iniciativa dos rapazes de Curitiba é ou não bem legal?

Já sabe né, se você curte quadrinhos e tem a possibilidade de ir até Curitiba dê uma passada na GibiCon que irá acontecer dia 25 de Outubro e confira pessoalmente o trabalho do pessoal do LoboLimão

Ah, e se você conhece algum material legal sobre RPG e que seja voltado para galera mais jovem, seja livro-jogo ou RPG, deixe um post e conte para a gente qual a sua indicação.

Até a próxima!

Sobre erinnia
“Para saber quem somos, basta que se observe o que fizemos da nossa vida. Os fatos revelam tudo, as atitudes confirmam. O que vc diz - com todo respeito - é apenas o que vc diz.

One Response to Lançamento livro-jogo: Last RPG Fantasy… Entrevista com os criadores

  1. Kieran disse:

    Ótima matéria e excelente iniciativa… me fez lembrar que época que eu não tinha grupo e ficava só no Fighting Fantasy

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: