Playtest D&D5ed: O que esperar para o próximo pacote.

Depois de alguns dias parado o blog esta de volta com uma matéria e tanto para vocês.

Mas antes queremos saber: Quem ai esta curioso para saber o que a WotC esta preparando para o próximo pacote do playtest do D&DNext?

Muitos devem estar se perguntando neste momento “Hein? Como assim próximo pacote? Não faz nem dez dias que eles liberaram um novo pacote de testes…”

Verdade!

Mas hoje a tarde o próprio Mike Mearls publicou uma matéria na comunidade oficial do D&D onde ele continuou falando sobre os planos para as classes, principalmente os conjuradores, backgrounds e especialidades. E liberou que o próximo playtest provavelmente abrangera os níveis de personagem do 1 ao 10

Basicamente é dito que o clérigo perde o divinit Chanel e passa a ter novamente o turn undead e os panteões serão simplificados para a principal característica de cada Deus. E essa característica é que dará as habilidades para o clérigo.

Também equilibraram o ladino, que não falhava em praticamente nenhum teste e diminuindo a força das skills de todas as classes.

O mais importante quanto aos invocadores é que tudo indica que eles vão recuar com as ideias do feiticeiro e do bruxo, colocando-os como especializações de mago

A única classe que esta praticamente pronta é o guerreiro

Mas é claro que você deve ter ficado curioso para ler estas informações nas palavras do próprio Mike Mearls. E já sabendo disso nós trouxemos, mais uma vez, a tradução para vocês conferirem e tirarem suas conclusões.

Tradução feita pelo: Giovanni “Zimu” 

Classes 
Primeiramente, estamos recuando um pouco quanto ao bruxo e feiticeiro. Ambas as classes precisam de algum polimento, mas queremos primeiro ver como vão ficar as mudanças que fizemos para o mago e clérigo. Indo nesta direção nos leva para os nossos planos gerais, queremos ter certeza de que as quatro classes – clérigo, guerreiro, ladino e mago – estão bem formuladas. O feedback que recebemos sobre o feiticeiro e bruxo foi muito útil para ajudar a manter o clérigo e mago no caminho certo. Especificamente, as pessoas querem ter certeza de que os conjuradores parecem equilibrados quando comparados uns contra os outros, e eles prefeririam deixar a mecânica de conjuração à nivel de sistema em vez de à nível de classe.

Sendo assim, eu acredito que dando mais opções de magias para clérigo e mago aos DMs  nos dá mais espaço de manobra para fazer o bruxo bem diferente. Há uma chance de que, com base no seu feedback, poderemos introduzir uma categoria de classe global chamado “usuário de magia” que engloba mago, feiticeiro, entre outras. O bom sobre esta abordagem é que podemos criar regras e backgrounds que se referem a “usuários de magia” como um grupo além de permitir que campanhas individuais possam contribuir para a categoria geral do personagem.

Depois de ver o feedback sobre o feiticeiro, eu não ficaria surpreso se nós renomeássemos a classe, mudássemos seu background um pouco, e trouxéssemos uma classe de guerreiro/mago para o núcleo do jogo. Muitas pessoas gostam do feiticeiro, mas várias pessoas comentaram que este conceito tornou dificil a adaptação de feiticeiros existentes. Como nosso objetivo é fazer a conversão mais fácil possível, isso é um argumento poderoso para tratar o conceito que apresentamos como uma nova classe.

O mago receberá tradições, que podem incluir magias “at-will” e magias de assinatura que se recuperam cinco minutos depois de serem lançados. Normalmente, um mago tem apenas uma magia que é um feitiço assinatura e pode recuperar apenas uma conjuração do mesmo. A magia “at-will” e a magia assinatura se ligam à tradição do mago.

Para clérigos, colocamos “turn undead” de volta como uma característica de classe e removemos a “channel divinity”. Em vez disso, você ganha habilidades especiais com base em seu deus. O manuscrito inclui um conjunto genérico de divindades, os arquétipos comuns que aparecem nos panteões diferentes. Por exemplo, o Trapaceiro está em Loki e Olidammara, e concede seus clérigos a capacidade de se tornar invisível por um breve período de tempo, com acesso a mais magias de ilusão do que outros clérigos. Ao invés de um certo tipo de armadura, o Trapaceiro concede treinamento na habilidade “Sneak” e fornece acesso a armas de longo alcance, a “rapier”, e outras armas que dependem de Destreza. Se você jogar um clérigo do Trapaceiro, você provavelmente vai querer usar armaduras leves e agir às escondidas, mas não tentar fazer com que isso seja uma exigência ou limitação. Estes arquétipos de divindades são um ponto de partida, você pode contar que expansões específicas para campanhas darão opções adaptadas às divindades do mundo.

O guerreiro foi muito bem da última vez. Neste momento, estamos focados na criação de um conjunto de opções que permitem alguém jogar como um guerreiro de forma muito simples.

O ladino está recebendo uma maior ênfase nas habilidades. O ladino recebe mais habilidades e continua a ser o melhor em usá-las, apesar de termos simplificado as mecânicas e diminuido a ênfase no sucesso automático. Mestres estavam ficando frustrados que os ladinos não tinham risco real de fracasso. Isso havia distorcido o jogo de formas irritantes.

Também é importante ter em mente que, nesta fase, estamos trabalhando no que eu considero ser uma versão bastante avançado do jogo. O livro de regras do D&D, que é o ponto de partida para novos jogadores e do jogo de escolhido por jogadores veteranos que querem um sistema simplificado, é feito principalmente nesta fase. Este jogo parece muito com o D&D como apresentado no ”D&D Set Basic” ou no “D&D Rules Cyclopedia”. Você escolhe uma raça, escolhe uma classe, e joga. Nós nos esforçamos para ter certeza de que o jogo não só seja  complexo o suficiente para os jogadores veteranos, mas também crie um caminho fácil para os novos jogadores que desejam iniciar no jogo, dominar seus elementos fundamentais, e em seguida, prosseguir como quiserem.

Especialidades e “Backgrounds”

Fizemos algumas pequenas mudanças aqui. “Backgrounds” agora dão quatro habilidades em vez de três, principalmente por termos mudado as habilidades de forma que elas voltem a dar um bônus para uma rolagem, independentemente da habilidade que o jogador está usando. Assim, um DM só pede um teste de habilidade. O jogador adiciona a habilidade ou pergunta ao DM se é adequado. Isto também significa que podemos ter habilidades que estão um pouco mais fracas, mas compensamos lhes dando mais habilidades. Se fizermos tudo certo, habilidades permanecerão como coisas úteis que ajudam a tornar o seu personagem único e interessante.

Especialidades não mudaram muito mecanicamente, mas eles passaram por uma revisão na forma como são apresentadas e o que representam no mundo. Anteriormente, elas estavam no mesmo nível conceitual dos “backgrounds”. Elas tinham nomes que fizeram soar algo como títulos do mundo. Agora, nós as tratamos de uma forma que eu acho que melhor reflete seu nome – especialidades – e papel na criação do personagem.

Uma especialidade é algo que seu personagem tem focado e desenvolvido. Você pode ser um especialista em duas armas, um especialista em “stealth” ou um especialista em investigação. É algo que provavelmente você adicionou como parte de seu “background” ou como parte do treinamento da sua classe. Idealmente, quando você descreve o seu personagem, é algo que outros jogadores podem entender rapidamente, em vez de precisar de maiores explicações. “Duelist” não diz o que seu personagem faz. “Shield Specialist” deixa claro que o seu personagem é bom em defesa e, provavelmente (tomara) carrega um escudo.

Nós gostaríamos de agradecer a todos vocês pelo seu contínuo interesse, fazendo playtests e mandando feedback para o D&D Next. Não vai demorar muito até que o próximo pacote de playtest esteja disponível, e esperamos que vocês continuem a se juntar a nós nos playtests do jogo.

Link da matéria no site da comunidade oficial do D&D

Esperamos que tenham gostado!

Até a próxima!!

Sobre erinnia
“Para saber quem somos, basta que se observe o que fizemos da nossa vida. Os fatos revelam tudo, as atitudes confirmam. O que vc diz - com todo respeito - é apenas o que vc diz.

One Response to Playtest D&D5ed: O que esperar para o próximo pacote.

  1. Raphael Piltz disse:

    Massa! Estou muito otimistas com essas mudanças no D&D.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: